Energia

Energia

Energia e renováveis 

Ao longo dos últimos dez anos, paralelamente ao seu crescimento econômico, a Turquia se tornou um dos mercados com maior expansão do setor energético mundial. O programa de privatização implantado com sucesso no referido período – a distribuição do poder agora está completamente nas mãos do setor privado, enquanto a privatização dos ativos de geração de energia tem previsão para ser concluída nos próximos anos – garantiu ao setor energético do país uma estrutura altamente competitiva e novos horizontes para o crescimento.

 

A expansão econômica, o aumento da renda per capita, as tendências demográficas positivas e o ritmo acelerado de urbanização têm sido os principais motores de demanda por energia, que tem estimativa de crescimento de cerca de 6% ao ano até 2023. A atual capacidade instalada de energia de 70 GW está prevista para atingir 120 GW até 2023 para satisfazer a demanda crescente no país, com ainda mais investimentos que serão patrocinados pelo setor privado. Como parte de seus esforços para oferecer energia sustentável e confiável para os consumidores, a Turquia oferece aos investidores incentivos favoráveis como tarifa de alimentação, compra garantida, prioridade de conexão, isenção de licença etc., dependendo do tipo e capacidade da instalação de geração de energia.
 
Na última década, o governo turco realizou reformas importantes no fornecimento de energia, promovendo a participação de entidades privadas, criando, assim, um mercado de energia mais competitivo. A privatização de ativos de geração de energia, associada a uma estratégia para favorecer mais investimentos privados, resultou em uma participação maior de entidades privadas no setor de geração de eletricidade, de 32% em 2002 para 75% em 2015. Outro passo tomado pelo governo turco para tornar o setor energético mais competitivo, foi o estabelecimento de uma bolsa de valores para o setor energético. Quando estiver em operação, além de melhorar a liberalização do mercado, a bolsa de valores do setor energético também garantirá a transparência e ajudará a manter um equilíbrio saudável entre oferta e demanda.

 

Além de ter um imenso mercado doméstico, a Turquia está em um local estratégico entre vários grandes mercados consumidores e fornecedores de energia, e serve como um centro regional de energia. As tubulações de óleo/gás existentes e planejadas, os importantes estreitos turcos e as promessas de descobertas de reservas de hidrocarboneto dentro do país asseguram à Turquia maior poder sobre os preços de energia e reforçam seu status de ponto central.

 

Oportunidades para produção - fontes de energia renováveis – hidroelétrica, eólica, solar, geotérmica, entre outras – são abundantes na Turquia e o incentivo a políticas suportadas por tarifas de alimentação favoráveis deve aumentar sua parcela na rede elétrica nacional nos próximos anos. O governo turco tornou uma de suas prioridades aumentar a parcela de fontes de energia renováveis para uns incríveis 30% da capacidade instalada total do país até 2023, ao mesmo tempo que incorpora o conceito de eficiência energética por meio da promulgação de leis que estabelecem princípios para a economia de energia, no nível individual e corporativo, oferecendo também incentivos para investimentos em eficiência energética.

 

Apesar de as fontes de energia renováveis serem muito importantes para a estratégia da Turquia nos próximos anos, também são mencionadas, juntamente com essas novas formas de geração de energia, as tecnologias nos campos como detratamento de resíduos e redução dos gases causadores do efeito estufa, como práticas complementares de fundamental importância. A sustentabilidade do meio ambiente por meio de fontes renováveis é acompanhada por diversas medidas e regulamentos que já estão em vigor ou que irão entrar em breve, incluindo a redução  de emissões de carbono, aumentando a eficiência da geração/transmissão e promovendo o uso de tecnologias de gerenciamento de resíduos. 

 

A soma desses fatores já produziu um efeito profundo  no setor energético turco e transformou o país em um dos destinos mais atrativos para investimentos no mundo. Em sincronia com a implantação de regulamentos favoráveis aos investidores e com o aumento substancial da demanda, o setor energético turco tem se tornado mais vibrante e competitivo, atraindo a atenção de mais investidores para cada componente da cadeia de valor em todos subsetores do setor energético.

 

O total de investimentos necessários para atender à demanda energética prevista da Turquia até 2023 está estimado em torno de 110 bilhões de dólares, mais do que o dobro do valor investido na última década.

 

A ambiciosa previsão da Turquia para 2023, ano do centenário da proclamação da República, contempla metas grandiosas para o setor energético turco. Essas metas incluem:

 

  • Aumentar a capacidade da potência instalada total para 120 GW
  • Aumentar a parcela de fontes de energia renováveis para 30%
  • Maximizar o uso de hidroelétricas
  • Aumentar a capacidade instalada com base em energia eólica para 20.000 MW
  • A instalação de usinas de energia que gerarão 600 MW de energia geotérmica e 5.000 MW de energia solar
  • A extensão das linhas de transmissão para 60.717 Km
  • O alcance de uma capacidade de unidade de distribuição de energia de 158.460 MVA
  • A expansão do uso de redes inteligentes
  • A ampliação da capacidade de armazenamento de gás natural para 5 bilhões de metros cúbicos
  • O estabelecimento de uma bolsa de valores do setor energético
  • A preparação de usinas de energia nuclear (duas usinas de energia nuclear em operação, com uma terceira em construção)
  • Amentar a capacidade instalada da usina de carvão do nível atual de 14.5 GW para 30 GW

FONTE : www.invest.gov.tr

Mais  Informações  :   [email protected]