Com alta de 26,45% na receita cambial no bimestre, carne bovina suplanta frango nas vendas ao exterior

Com alta de 26,45% na receita cambial no bimestre, carne bovina suplanta frango nas vendas ao exterior

Com alta de 26,45% na receita cambial no bimestre, carne bovina suplanta frango nas vendas ao exterior

10 de março de 2014

Campinas- O fraco resultado obtido pela carne de frango no período (queda de 10,63% na receita cambial) combinado com um desempenho excepcional da carne bovina (aumento de 26,45% na receita cambial) fez com que os dois produtos fechassem o bimestre inicial de 2014 com inversão de posições. Ocupada pela carne de frango nos primeiros bimestres de 2012 e 2013, a quinta posição na pauta foi ocupada pela carne bovina que, em relação ao ano passado, subiu três posições no ranking dos principais produtos exportados pelo Brasil.

Como as exportações brasileiras de carne bovina começaram bem antes que as de carne de frango, a ocorrência não é inédita. Porém, esta é a primeira vez em décadas que a carne bovina surge na pauta à frente da carne de frango.

De cerca de 2%, a diferença por ora é pequena, Mas, considerados os antecedentes mais recentes, tende não só a se manter, mas também a se ampliar. Em 2013, por exemplo, a receita cambial do frango evoluiu a uma média mensal inferior a meio por cento. Já a receita cambial da carne bovina cresceu à razão de 1,5% ao mês.

E se, no mercado internacional, as duas carnes vêm sofrendo redução no preço médio, a queda da carne de frango é mais significativa: de 14,32% em fevereiro passado (comparativamente a fevereiro de 2013), contra apenas 4,52% da carne bovina.

image00

Fonte: Avesite